Bem-vindo ao blog do Programa Jovens Embaixadores!

Cidades Anfitriãs

Choramos por saber que os melhores dias da nossa vida vão deixar saudade…

Ultima noite da equipe de Tulsa na cidade

Bem, sinceramente, hoje não foi um dia muito feliz; hoje foi a última noite da gente aqui em Tulsa.

O clima de despedida começou logo pela manhã, quando minha host mother e eu estavamos conversando sobre amanhã. Eu não pude conter minhas lágrimas; afinal, eu amo minha host mom… e amo também o jeito como ela muda de assunto quando não quer me ver chorar. RSRSRS

Depois do café, fomos ao Museu de Ciência em Oklahoma city. O lugar é realmente MUITO interessante, mas sinceramente, eu não pude aproveitar muito, pois estava a todo momento pensando na tal despedida de amanhã.

“Bom seria se o mundo fosse do tamanho de um ovo, e se todas as pessoas que a gente amasse estivessem a um palmo de distância!”

Bem, pela noite tivemos nosso último jantar em Tulsa. Foi um momento ÚNICO, em que todas as famílias com seus intercambistas se encontraram para lá, desfrutarem dos poucos momentos juntos que restavam. Hoje a noite não faltaram lágrimas e consolo. Choramos por saber que os melhores dias da nossa vida vão deixar saudade. Choramos também pela alegria de saber que o melhor nos espera… seja no Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar do mundo.

Maria Jordana M. de Lima
Jí-Paraná – Rondonia

Anúncios

Felicidade e amor superam todas as barreiras…

Família do Allan em Cleveland

A minha família é composta pela minha host mother, Catherine, meu host father, Kevin e meu host brother, Campbell.

A cada dia que se passa nos Estados Unidos venho aprendendo que o siguinificado da palavra amor é universal. Universal para todos os povos, em todas as línguas. O mesmo sentimento.

Hoje os jovens embaixadores aqui em Cleveland tiveram o prazer de passar o dia com suas respectivas host families. A minha família é composta pela minha host mother, Catherine, meu host father, Kevin e meu host brother, Campbell.

Acordamos cedo, fizemos algumas gravações para o programa do Caldeirã0 do Huck e fiquei emocionado com os depoimentos dados pela família. Mesmo tendo pouco contato e tendo pouco tempo já consigo ver neles parte de mim, parte importante na minha jornada como jovem embaixador, e além do mais, parte de uma família criada aqui na América. Sentimento tamanho que me faz sentir bem, mesmo tão longe do Brasil.

Saímos hoje depois das gravações para fazer compras e almoçar fora. Durante esses momentos a melhor coisa que sempre acontecia era ver a felicidade estampada nos nossos rostos. Felicidade e amor que superam todas as barreiras, as diferenças culturais, a diferença entre as línguas, costumes, enfim, as diferenças que temos, todavia possuímos os laços criados por uma língua, e essa língua é universal, a língua do respeito, da amizade e do amor, e com ela superar todas as diferenças e chegar a uma conclusão: Somos todos iguais!

Allan Coutinho
Natal/RN – Brasil



Família é Família, mesmo que adotada !

...me mostraram como pode uma família ser, me mostraram que os melhores momentos que eles poderiam ter era em família!

Quando eu cheguei em Bozeman, eu estava cheio de vontade e medo de conhecer minha “host Family”. Não que eles pudessem não ser legais ou coisa parecida, mas sim porque se tratava de uma imensa família de oito pessoas!!! Para eu que moro apenas com minha mãe, isso é uma família muuuito grande. Mas quando os conheci, descobri que havia chegado ao céu, pois cada um de uma forma singular me fez sentir em casa, me fizeram sentir parte da família. Não me trataram como visita. O que eu mais escutei aqui foi “help yourself” (sirva-se) … me mostraram como pode uma família ser, me mostraram que os melhores momentos que eles poderiam ter, era em família! Pois hoje foi o meu dia de passar em “host family”… meu irmão Warden me levou ao acampamento dos escoteros da região que vivem aqui na cidade de Bozeman. Nunca imaginei que durante o inverno hovesse tanto a se fazer no meio da neve. Por exemplo os escoteiros aprenderam a fazer um iglu, que leva em média de 6 à 8 horas para ser feito, mas que os manterá aquecidos durante a noite. Aprenderam como fazer calçados para andar na neve e como fazer uma “green House” uma casa feita de madeira e lona! A noite eu e Warden (meu irmão americano) fomos comer um bom e nada saudável hamburger =D … Por 12 dias eu pude experimentar as delícia e a felicidade de ter seis irmãos e “host parents” maravilhosos !!!


Shopping day!

Hoje foi um dia muito legal! Durante a manhã visitamos um museu (esqueci o nome, não me julguem mal por isso!), em seguida fomos almoçar no Subway e então fomos a uma loja de artigos nativos fazer umas comprinhas. Após esse momento, fomos ao shopping. Foi muito engraçado, porque nos só entravamos em lojas que tinham ON SALE na frente kkkkkkk. A Ana Carolina fez a festa lá! Só na liquidação!

A noite fomos numa pista de gelo. Desastre, claro. Eu sou uma negação, não nasci para isso. O Renato, nossa, quis matar ele. Ele tava super professional lá, acredita?

Após essa experiência não muito agradável para certas pessoas que cairam bastante, fomos jogar boliche e descobrimos que Hyago e Jordana tem um grande potencial! Uns tem mais sorte que os outros, né? Mas não vem ao caso… kkkkk.

Depois de um dia de várias compras, várias quedas no gelo e “vários” strikes, voltamos pra casa mooortos de cansados, mas felizes, porque realmente foi mais um dia super divertido em Tulsa!

Camille Mota Lima
Aracaju – Sergipe


Simplesmente não quero que esse programa acabe!

Marina com a Jovem Embaixadora norte-americana Margaret Kahn

Hoje comecei o dia de uma maneira que ja consigo chamar de rotina. Fui para a Roosevelt High School com minha host sister e encontrei com o a Tracy, a Rachel (nossas cordenadoras) e o resto do grupo la. Quando estavamos todos juntos fomos para o escritorio da Rachel para trabalhar no nosso action plan…Acho que tivemos alguns progressos. 😀
Em seguida fomos para o Summit at First Hill, um asilo localizado em Seattle no qual tivemos a oportunidade de fazer apresentacoes sobre o Brasil e trocar informacoes com os idosos que estavam la.Foi uma das visitas mais perfeitas que fizemos!

OBS.: A estrutura de la e perfeita. Poderia passar o resto da minha vida la, rs.

Lakeside School’s foi nosso proximo passo. Uma escola provada em Seattle ( a filha do Bill Gates estuda la).
Chegamos, almocamos e fizemos um tour ( a escola e simplesmente perfeita).Tivemos a oportunidade de assistir aulas… eu e a Samantha assistimos a aula de estatistica, tivemos a oportunidade de conhecer muita gente legal e trocar milhares de informacoes….foi incrivel! Para finalizar fizemos um lanche com outros alunos de varios paises, conversamos muito… 😀

Depois, como o dia de um Jovem Embaixador nunca acaba cedo, fomos para uma reuniao com Seattle Youth Commission, jovens que tem o apoio da prefeitura para tentar resolver os problemas da comunudade em que vivem! E mais uma vez aprendemos e ensinamos…e NOS DIVERTIMOS!

Voltei para casa, jantei com minha host family ,fui a uma locadora e agora estou escrevendo tudo isso!

Ah, na ultima vez falei que sentia falta de comida brasileira… minha host famil preparou feijoada para mim na semana passada e tambem tomei guarana…e tava muuito bom e ontem matei a saudade da minha mae e irma no skype (video chamada)!

Bom, nosso ultimo dia aqui vai ser domingo e voltaremos para DC! Simplesmente nao quero que esse programa acabe! ta tudo perfeito demais!Mas ainda temos tempo aqui…e amanha teremos uma surpresa…soube que vai ser algo divertido e estou curiosa….. a aventura continuaaa!

See you…

Marina Rocha de Jesus
Olinda – Pernambuco

ps: ta tudo sem aceento… n tem acentos aqui!


Arroz com feijão

Lake Wylie, SC - com direito a camisa do North Carolina Panthers (#EvaFeelings)

E o dia foi tenso…

Tenso meeeeeesmo.

Então senta que lá vem a história…

O dia começou as 5:30am. O Nigel bateu na porta do meu quarto para me acordar. Ele é o meu despertador porque o som do iPod é baixo demais para eu me levantar.

Vesti-me e desci para tomar um café da manhã numa tentativa de brasilidade. Pão com queijo e um pseudo suco de laranja. O suco de laranja é outra história. Continuemos…

Voltei para o quarto, guardei o laptop na mochila – ia precisar para a apresentação de hoje – desci e fui pegar o tal do bus amarelo que aparece nos filmes americanos. Aquilo é para filme, ok? O ônibus para aqui perto da minha host house às 6:25am. Saindo 6:20am dá para pegar de boa. Peguei o ônibus e ele chega na escola às 6:40am. Legal… Chega, para, abre a porta, todo mundo desce e alegria na aula, não? NÃO. Para evitar que exista crianças circulando “à toa”, o ônibus fica parado, com a porta fechada e a gente lá dentro que nem besta até 6:50am.

O problema: o efeito do fuso horário passou, então agora eu já não consigo dormir em qualquer canto. Fico esse tempo acordado e p… com o sistema. Fazer o quê, né?

Beleza… O dia começou tranquilo… A gente foi para o Charlotte Country Day School. Uma escola particular aqui em Charlotte. A gente foi lá para apresentar sobre o Brasil e conhecer como é o dia na particular. Fera demais… Mas estranho foi ver eles reclamando de que com 15 alunos a sala era cheia. Foi super bacana… Pizza – de novo – e cookies para o almoço. Fizemos muitos contatos bacanas com gente que vai dar para conversar por muito tempo.

Depois da escola… Paloma’s House! A gente foi na host house da Maysa. como sempre… FESTA! O negócio tá sendo sério, mas é PARTY EVERYDAY! E a surpresa? Tinha arroz, feijão e carne de verdade! *-* Preciso dizer que tava morrendo de saudade disso?

Bom… Amanhã o dia começa mais tarde, mas eu preciso dormir. Boa noite, Brasil!

João Alcim
Campo Grande – Mato Grosso do Sul


Ice skating in Charlotte!

Jovens Embaixadores do Charlotte Team patinando do gelo!


Love of Learning: simplesmente apaixonante!

JEs visitam a escola Love of Learning em Bozeman, Montana

Hoje, ao acordar, eu tive uma surpresa… Muita, muita, muita NEVE! A cidade parecia parada, a maioria das pessoas não utilizaram o carro, porque é muito difícil conduzir o automóvel na pista escorregadia…

Ao chegar no Campus da MSU (Montana State University) fomos alertados que a nossa van, provavelmente iria atrasar… e atrasou! Pior do que isso, ela ficou sem poder se movimentar, então, depois de uma longa espera, a nossa Coordenadora Megan, solucionou o caso: (suspense)… Um ônibus! Isso mesmo, fomos de ônibus para uma escola chamada Love of Learning!

Na verdade, a Love of Learning é como uma casa/escola, no total tem 36 alunos, e eles estudam todos juntos em uma única sala.

Na escola, fomos recebidos com brigadeiros, que por sinal, estavam MARAVILHOSOS! Nos apresentamos, e conversamos brevemente sobre o Brasil, respondemos boas perguntas e todos riram muito, enfim, acho que eles ficaram satisfeitos! Mas não para por aí… depois da apresentação, interagimos com os outros jovens, conversamos sobre assuntos diversos, brincamos, cantamos, dançamos, ou seja, nos divertimos! As crianças são cativantes, em menos de algumas horas, elas me fizeram sentir em casa, no calor de minha familia, e nos braços do meu país!

Após de uma dolorosa partida, (dolorosa mesmo, ficamos bem tristes), seguimos para Sacajawea Middle School, onde nos dividimos em dois grupos e fomos apresentar o nosso pais para os estudantes da mesma. No começo ficamos meio que envergonhados, entretanto, a timidez não superou nossa vontade de ensinar, resultado: os alunos e nós, amamos a apresentação. Nunca pensei que soubesse tanto sobre o Brasil.

E então fomos pra casa… (Risos) Fomos para o departamento de Bombeiros de Montana, conhecemos de tudo um pouco, os carros, os quartos dos bombeiros, como é o processo de resgate…

Depois dessa breve visita, voltamos ao Campus da MSU, onde tivemos um workshop sobre Service Learning com os estudantes, entre eles, estavam a Jessa e Jenna Thiel, fundadoras de Tias y Tios.

O dia de hoje foi realmente corrido e algumas vezes enlouquecedor. Porém, cada dia aqui em Bozeman vem se tornando especial, porque acontecem fatos únicos de uma sensação indescritível. Fico orgulhosa de fazer parte desse grupo tão acolhedor, tive muita sorte de compartilhar esses momentos com amigos de verdade!

Lunara Farias Lima
Banabuiu-Ceara


Viva o Brasil!

JEs visitam campus universitário em Tulsa!

Bem, o dia aqui em Tulsa comecou cedo. Nós temos feito MUITAS coisas, a agenda é corrida, mas tudo vale MUITO a pena. Hoje minha “host sister” me acordou as 6:45 da manhã e eu tava TÃO cansada que na mesma hora levantei assustada e falei: “O QUE? JÁ É DE MANHÃ?” kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Foi divertido!

Hoje nos passamos praticamente o dia inteiro na Universidade de Tulsa. Foi MARAVILHOSO! Pela manhã tivemos uma palestra de como funciona o sistema educacional daqui, onde pudemos tirar muitas duvidas e conhecer mais sobre o sistema de ensino americano. Depois disso fizemos um tour pela universidade. O lugar era tão grande, mas tão grande, que parecia uma cidade; e ainda me disseram que aquela era uma das pequenas. HAHA (Imaginem a grande).

Depois disso, a hora mais esperada do dia… o ALMOÇO! 🙂 E adivinhem o cardapio: COMIDA BRASILEIRA! Hoje tivemos feijoada, pão de queijo, brigadeiro, beijinho, entre outras delícias da nossa terra. Lá mesmo aproveitamos para ter um “bate-papo”, onde conversamos com alguns alunos que estudavam português lá. PERFEITO!

Durante a tarde trabalhamos no “action plan” (nosso projeto de voluntariado na comunidade). Eu, realmente, fiquei surpresa. Meus parceiros jovens embaixadores tem ideias brilhantes. Pela noite todos os jovens embaixadores vieram aqui para a casa da minha “host family” planejar nossa apresentação sobre o Brasil que sera amanhã. Nós estavamos meio inseguros, então, o pessoal decidiu se reunir para “ensair” um pouco. RSRSRSRSRSRSS Isso não deu muito certo, porque quando um bando de adolescentes se juntam a noite em Tulsa… só da bagunça! RSRSRSRSRS Mas enfim, foi divertido!!!

Maria Jordana
Ji-Paraná – Roraima


“É impressionante como tudo se interliga (…)”

Acordar tarde, passar alguns minutos a mais na cama: feriado. Martin Luther King Jr.’s Day.

Há aproximadamente 82 anos e dois dias atrás nasce um pequeno garoto que mais tarde se tornara mundialmente famoso por professar as famosas palavras contidas em um texto chamado ‘I Have a Dream Speech’. E é por causa de seu nascimento que fomos permitidos acordar um pouco mais tarde hoje, em nossas host houses em Cleveland- Ohio. ‘Éimpressionante como tudo se interliga sem nem ao menos termos noção disso na maioria das vezes.
Meu despertador soa. Nos arrumamos e partimos em direção à Sarbucks mais próxima para um café da manhã apressado. Estou me tornando uma típica estadounidense: eu, minha host sister Halle e minha host mother Marlene tomamos café no carro, enquanto nos dirigimos em direção a Dairymens, local de trabalho de minha host mother e meu host father, David. Realizamos um tour pela empresa. As máquinas ensurdecedoras quase não nos permitiam ouvir as informações ditadas pelo guia.
Após finalizado o tour, partimos em direção à Applebee’s para o almoço, junto com a irmã de minha host mother e seu filho. Mozzarela Sticks: deliciosos.
Nosso próximo destino: Westlake High School. Perco-me nas ruas cobertas de neve, as casas parecem sempre as mesmas, e nunca sei onde estou.
Espero pelos outros Youth Ambassadors e juntamente com nosso coordenador, seguimos ao local onde realizaremos nosso trabalho juntamente com outras pessoas: Interfaith Hospitality Network of Greater Cleveland. Pintando paredes. Tinta amarela por todos os lados nos fazem lembrar o timido sol que se expõe do lado de fora dessas mesmas paredes. Nossos rostos e roupas estão manchados por pequenos respingos de luz amarela. Uma pequena guerra de pinceis no final do trabalho demonstra nosso eterno estado de extase e alivia um pouco do cansaço fisico. De volta a Westlake School onde nossa família nos espera. O jantar quase no final da tarde, indica quase o fim de um outro dia.

Ler um livro antes de dormir.

Minhas palpebras caem para serem acordadas apenas no amanhã.

Ana Carolina Araujo Lima
Manaus – Amazonas